terça-feira, 17 de março de 2009

Furb entrega 46 cachorros para adoção


Eles têm de cinco a 12 quilos, são brincalhões, amigos, vacinados e everminados. E estão à procura de um lar. O Biotério Central da Furb está doando 46 cachorros, sem raça definida, para a comunidade. O canil onde os animais ficavam foi desativado após a universidade abolir o uso dos cães em aulas práticas de Técnica Cirúrgica, no Curso de Medicina. Agora, a Furb compra órgãos de animais para treinar os acadêmicos.

Qualquer pessoa pode adotar um cachorro, desde que se comprometa a cuidar bem do animal. Os cães são acompanhados diariamente por um médico veterinário e terão um atestado de sanidade assinado pelo profissional. Além disso, serão esterilizados.

– A pessoa vai ter de assinar um termo de entrega, onde ela se compromete a cuidar do cão e não abandoná-lo. Também não há a possibilidade de o animal ser entregue novamente a nós – explica a professora e coordenadora do Biotério Central, Simone Largura.

As visitas para a escolha dos animais podem ser feitas às terças, quartas e sextas-feiras. Os interessados devem levar documento de identidade e cópia de comprovante de residência.

O fechamento do canil, proposto pelo Biotério Central, tem parecer jurídico da Procuradoria da universidade e foi aprovado pelo Comitê de Ética no Uso de Animais. A esterilização dos animais será feita pelo Curso de Medicina Veterinária, em parceria com a Clínica Veterinária Arca de Noé.


Adote um cão - As visitas para a escolha dos animais podem ser feitas às terças e quartas-feiras, das 8h às 11h, e às sextas-feiras, das 14h às 16h, no Campus 5 da Furb (Rua Samuel Morse, Fortaleza, ao lado do Hospital Universitário). Para agendar visitas em outros horários, ligue 3338-3462.
Fonte: JSC

2 comentários:

sol maba disse...

E QUAL O CRITERIO P ESCOLHEREM DE QUEM COMPRAR OS ORGAOS? OU TEREI DE ESCONDER MINHA BABY?
FICO MEIO PREOCUPADA, SINCERAMENTE
BJUSOL

Tininha Odebrecht disse...

Amiga, é bem provável que os órgãos venham de cachorros q morreram nas clínicas...assim como fazem com indigentes, qd morrem e ninguém vai reconhecer o corpo, o mesmo é cedido às universidades para estudo...
A Baby, portanto, está livre dessa, pode ficar tranqüila!
Bjs